Tudo junto e misturado

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Iron Maiden - Wasted Years (Live)



Letra:
...From the coast of gold, across the seven seas
I'm travelling on, far and wide
But now it seems, I'm just a stranger to myself
And all the things I sometimes do, it isn't me but someone else

I close my eyes, and think of home
Another city goes by, in the night
Ain't it funny how it is, you never miss it til it's gone away
And my heart is lying there and will be til my dying day

Chorus:

So understand
Don't waste your time always searching for those wasted years
Face up...make your stand
And realize you're living in the golden years!

Too much time on my hands, I got you on my mind
Can't ease this pain, so easily
When you can't find the words to say, it's hard to make it through another day
And it makes me wanna cry, and throw my hands up to the sky

So understand
Don't waste your time always searching for those wasted years
Face up...make your stand
And realize you're living in the golden years



Tradução:
Anos Desperdiçados
Pela costa do ouro, através dos sete mares
Estou viajando, longe e além
Mas agora parece que, Eu sou só um estranho para mim mesmo
E todas as coisas que eu às vezes faço, Esse não sou eu mas outro alguém

Eu fecho meus olhos, e penso no lar
Outra cidade para ir, a noite
Não é engraçado como isso é, você nunca sente falta até isso ir embora
E meu coração está jaz la e irá até o dia da minha morte

Então entenda
Nao desperdiçe seu tempo sempre procurando por esses anos desperdiçados
Erga a cabeça...fique de pé
E perceba que você está vivendo nos anos dourados

Tempo demais em minhas mãos, Eu pego você em minha mente
Não sossegue com esta dor, tão facilmente
Quando você não encontra as palavras para falar, Isso e dificil de fazer
Por outro dia
E isso me faz querer chorar, e jogar minhas mãos para o céu

Então entenda
Nao desperdiçe seu tempo sempre procurando por esses anos desperdiçados
Erga a cabeça...fique de pé
E perceba que você está vivendo nos anos dourados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade