Tudo junto e misturado

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Serra diz para desdizer depois


Se a Dilma fizesse um terço das trapalhadas, ou dissesse uma ínfima parte das besteiras que diz o Serra, ela estaria morta, não ganharia eleição nem para síndica de prédio popular.
José Serra consegue em uma única entrevista dizer e desdizer-se na mesma frase. Disse ontem em entrevista ao Ratinho que o governo federal devia cuidar da segurança pública e depois, na mesma frase, explicou que a constituição brasileira não permite tal interferência da união, é obrigação dos estados cuidarem da segurança e à união cabe repassar recursos, o que tem feito, portanto Serra deixou bem claro que não teve competência para cuidar da segurança pública em São Paulo.
Outra coisa interessante é ver o Serra dizer o tempo todo por aí, que fará um melhor controle fiscal, pois o governo gasta muito e mal, mas não demora nada para, na mesma entrevista, ele dizer que criará novos ministérios, e para resolver o problema das drogas na fronteira terá que contratar mais gente, quanta incoerência, vai ver pra fechar essa conta ele vá demitir médicos, professores, agentes de saúde e de combate à dengue.
Isso tudo quando ele não faz igual fez na entrevista à Miriam Leitão, onde falou um monte a respeito do Banco Central, única área do governo apoiada pela mídia afinal adora favorecer especulador com altas nos juros, e após ser chamado as turras pelo O Globo, mudou de opinião, esse é o Serra que querem vender para o brasileiro como um político experiente e competente. Que dózinha da oposição, pelo que tudo indica, vai dar Dilma no primeiro turno, pois não vai dar para o homem, como diz o Lula, que hoje conhece todos os números que desconhecia quando era do governo,se virar em meio a esse turbilhão chamado desenvolvimento.


*


Da série pérolas que o povo diz, essa ouvi de um colega de trabalho a respeito dos mata-mata na libertadores. “Mata-mata é fóda, perdeu dois jogos está fora”


Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade