Tudo junto e misturado

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Serra fará pelo Brasil


Outro dia, Serra defendendo o modelo de concessões das rodovias paulistas, disse que implantaria tal modelo em todo o país em detrimento do modelo adotado pelo governo federal, como se o modelo paulista fosse o supra-sumo e todos estivessem satisfeitos.
Aí fui dar uma rápida olhada nas concessões federais e descobri que a diferença de preço era gritante, veja um exemplo, R$8,80 para percorrer os 562,1 quilômetros de São Paulo à Belo Horizonte, pagando R$1,10 em cada praça. Comparando com o preço que custa para percorrer os 20 quilômetros de Indaiatuba à Campinas que custa R$9,15 pagos em uma única praça, me ocorreu o seguinte pensamento: a Fernão Dias só pode estar muito ruim.
Então fui procurar saber como estava as condições da estrada e por sorte um amigo acabou de ir à cidade de Cristais em Minas e usou a Fernão Dias até o trevo de Varginha, próximo à Três Corações, e me disse que as condições da estrada são excelentes. Agora falta ao Serra nos convencer que o modelo paulista de concessões de estradas, que não visa menor preço, é melhor que o do governo federal, e não serve o argumento de que as estradas paulistas estão entre as melhores do país, pois sempre estiveram mesmo antes de serem pedagiadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade