Tudo junto e misturado

domingo, 31 de janeiro de 2010

Que saudade

Aquele timbre de voz...
Se minha mente pudesse reproduzir
Em meus ouvidos agora
Para matar o desejo
De novamente ouvir sua voz
Suave, doce e sincera.
Se pudesse outra vez ouvi-la
Alegre, triste,
Sorrindo, brincando,
Ralhando comigo...
Ahh mamãe, que saudade.

Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade