Tudo junto e misturado

domingo, 28 de fevereiro de 2010

EUA e seus miquinhos amestrados


Não tenho nenhuma simpatia pelo regime teocrático do Irã, acho até que qualquer país que tente se governar baseado em religião tende a ser injusto, totalitário e preconceituoso, e no Irã, muito embora eu não conheça o que se passa por lá, não deva ficar longe disso, deve haver sim muito desrespeito aos direitos humanos, isso é um ponto que se deve buscar através do diálogo interno, uma solução satisfatória, não cabe a outros países interferirem.

E essa falta de respeito aos direitos humanos ou uma democracia plena e confiável, não tira deles o direito de buscar alternativas para sua matriz energética, vejo aqui no Brasil muita gente condenando o Irã em favor dos Estados Unidos que é, diga-se de passagem, o país mais nefasto do mundo.

Esse mesmo Estados Unidos já destruiu inúmeras democracias pelo mundo e mais recentemente, alegando haver armas químicas, invadiu o Iraque e mergulhou aquele país num caos infinitamente maior do que era antes, sem falar o que ocorre no Afeganistão e as inúmeras parcerias que já teve e continua tendo com governos ditatoriais ao redor do mundo.

Agora dizem que o Irã quer usar seu programa nuclear para construir bombas nucleares. Baseados em que eles afirmam isso, se o Irã já afirmou que é para fins pacíficos e aceita até que o urânio seja enriquecido fora do país. Qualquer idiota que consiga somar dois mais dois sabe que a matriz energética do Irã é exclusivamente a base de petróleo e essa é uma fonte que se esgotará, então por que eles não podem buscar uma alternativa para que estejam preparados quando isso se der?

O Paquistão possui um programa nuclear, mais ainda, possui bomba nuclear, e eu nuca vi nem os Estados Unidos e nem seus miquinhos amestrados aqui no Brasil falarem nada a respeito e olha que o Paquistão não tem uma convivência lá muito amistosa com a Índia, que também possui bomba atômica, por conta da Caxemira.

Então fica claro que a questão não é pura e simplesmente o programa nuclear em si e sim o fato de que os Estados Unidos resolveram que querem invadir o Irã, o que não será a primeira vez, e pra isso vão lançar mão das mentiras que se fizerem necessárias.

Isso eu não estranho, o que me causa estranheza é a mídia corporativa brasileira estar sempre defendendo os interesses americanos, tentando mostrar que todos os que os EUA consideram inimigos, devemos também considerar e todos os que do EUA são aliados, devemos bonzinhos considera-los, mesmo que os defeitos de ambos não se difiram tanto assim.


Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade