Tudo junto e misturado

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Nossa mídia e os direitos humanos


Hoje os Jornais estão repletos de artigos condenando a visita de Lula a Cuba, alguns falam até em reprovação da opinião pública, devem ter passado a madrugada fazendo pesquisa de opinião por telefone com o povo brasileiro, não ligaram pra você?

Dizem que Lula não pode compactuar com o regime castrista que viola os direitos humanos deixando que um dissidente se deixe morrer em uma greve de fome, também não gosto da falta de democracia em Cuba, mas pra criticar Lula por estar conversando com os irmãos Castro, precisaria eu adotar uma postura coerente e fazê-lo com relação a todos os países que desrespeitam os direitos humanos, o que os críticos oportunistas não fazem.
Quem já viu a mídia, essa mesmo que faz esse escândalo todo por conta da morte de Zapata em Cuba dizer alguma coisa sobre vários relatórios apontarem a Colômbia em último lugar no ranking mundial dos direitos humanos, quem já ouviu esses mesmos indignados de plantão reclamarem do Brasil receber Uribe cujo país é apontado pela organização internacional do trabalho como sendo o país onde mais se morrem lideranças sindicais, 42 sindicalistas só em 2008, até a Promotoria Geral da Colômbia admite que existam hoje 25 mil desaparecidos, a maioria sindicalistas e camponeses, muitos enterrados em valas comum pelo exército.

Não, nem uma palavra sobre o que ocorre na Colômbia, talvez a mídia entenda que por ser aliado dos Estados Unidos, Uribe tenha direito a fazer o que quiser. Digo isso porque a mídia não critica Lula por ir aos Estados Unidos conversar com Obama e deveria já que se preocupa com o que governos fazem com relação aos seus opositores. Você já viu tanta veemência da mídia cobrando sobre o que ocorre em Guantânamo? E quando morrem centenas de civis em ataques dos Americanos no Afeganistão, por “erro de cálculo”, não vejo a mesma cobrança.

O mesmo se dá com relação ao Irã, é uma gritaria por causa do programa nuclear do Irã, que o presidente já afirmou ser para fins pacíficos, mas mesmos assim nossa mídia vive repetindo ser um absurdo a aproximação do Lula ao Irã, qualquer coisa vale pra eles desgastarem o Lula e repetirem o mantra americano, não cobram do Lula por se aproximar da Índia e do Paquistão, ambos detentores de bomba atômica e que viviam em disputa por uma região, isso pra eles nunca foi perigoso, perigosas são as suposições sobre o Irã. Israel, embora negue, também possui bomba atômica, e porque nada dizem quando Lula conversa com um Israel, que ainda por cima massacra o povo palestino? Simples, porque são aliados dos Estados Unidos.

Hoje tínhamos muitas noticias sobre a economia brasileira, para a especialista Miriam Leitão falar, mas ela preferiu falar sobre Cuba, e por quê? Porque as noticias sobre nossa economia são favoráveis, ou você acha que depois de tanto falar sobre a deterioração das contas públicas ela iria querer falar que o Brasil fechou janeiro, já descontado o pagamento de juros, com um superávit de 2.2 bilhões de reais, isso não é tão importante quanto a morte por inanição voluntária de Zapata, e viva Zapata.


Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade