Tudo junto e misturado

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Idéias para ajudar na chuva e na seca




Uma coisa que gosto de fazer é tentar colaborar apresentando idéias que possam ajudar se não a resolver, pelo menos amenizar determinados problemas.
O problema das chuvas na cidade de São Paulo é a cada ano, uma tormenta que só faz aumentar, e mesmo que o poder público, municipal e estadual que deixam muito a desejar, fizessem sua parte, com certeza o problema ainda assim estaria presente atormentando o paulistano.
Acho que além das medidas anti-enchentes que os governos devem tomar, como limpeza e desassoreamento de córregos e rios, conscientização da população para não jogar lixo nas ruas evitando assim entupimento de bueiros, construção de piscinões e outras medidas que se fazem necessárias, uma boa alternativa para amenização dos problemas seria a utilização de condomínios, prédios e empresas como retentores de água para que fossem escoadas aos poucos.
Poderiam em cima dos prédios construírem reservatórios que retivessem as águas das chuvas, para serem reutilizadas ou escoarem devagar após o fim das chuvas, poderiam também construir jardins com espessa camada de terra que serviria de esponja, absorvendo a água e liberando-a lentamente.
Se todos os prédios e empresas tivessem um grande reservatório subterrâneo que retivesse a água que cai, essa mesma água poderia ser usada durante o período de estiagem, para lavar as dependências do condomínio e até mesmo para os condôminos lavarem seus carros. Acho que os poderes públicos que gastam tanto com a construção dos horríveis piscinões poderiam financiar com juros baixos a construções de reservatórios desse tipo nos prédios, e condomínios da cidade de São Paulo.
Seria uma forma mais inteligente de enfrentar o problema, que todo ano castiga a cidade, do que pedir para a população rezar.


Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade