Tudo junto e misturado

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Reciclagem "sustentável"



Há um problema sério no Brasil que carece de solução, que a meu ver poderia ser resolvido com um programa de distribuição de renda atrelado ao trabalho.
É fácil constatar que muitos dos produtos que vão parar nos rios, entopem bueiros e saturam aterros sanitários são recicláveis. Esses produtos, como plásticos, garrafas pets, pneus, etc., são jogados às toneladas poluindo rios, lagos, mangues e mares, além de saturar os aterros, por não possuírem valor de venda que compense aos catadores recolhe-los, afinal, ninguém vê latinhas de alumínio poluindo por aí.
É exatamente aí que vejo um bom potencial para se promover uma distribuição de renda ligada ao trabalho, com um custo benefício social e ambiental compensatórios. Os governos nos três níveis, federal, estaduais e municipais, poderiam se unir para subsidiar a compra desses resíduos recicláveis para que valesse a pena ao catador recolhe-los, promovendo assim a distribuição de renda através do trabalho, tornando o meio ambiente menos poluído e possibilitando que aterros sanitários tivessem uma vida útil mais longa.
Muitos desses catadores que prestam um grande serviço a sociedade e vivem em condições subumanas por não possuírem um ganho satisfatório capaz de provê-lo, seriam inseridos à sociedade recuperando sua dignidade. Acho que o dinheiro gasto com tais subsídios seria na verdade um ótimo investimento, pois ajudaria na solução de um problema crônico da sociedade moderna, que é encontrar um destino adequado para o lixo reciclável, todos sairiam ganhando e o meio ambiente agradece.
Matar-se-ia alguns “coelhos” com uma única tacada


Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade