Tudo junto e misturado

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Você tem medo do MST?

Tem coisa mais difícil do que defender movimentos sociais no Brasil?
Basta ligar a TV e não demorará muito para que você comece a odiar todos eles. Via Campesina, Sem Terras, Sem Tetos, enfim, qualquer movimento social é mostrado pelas câmeras da TV como vândalos desalmados que invadem, destroem e arrasam a propriedade alheia.
Basta ver o caso da Cutrale, todas as reportagens, todos os comentários enveredaram por esse lado, as cenas chocantes de alguns pés de laranjas sendo derrubados transformaram-se num crime contra a humanidade, as cenas foram mostradas a exaustão para incutir no consciente coletivo que aquilo só podia partir de bandidos inescrupulosos.
E na hora de praticar o que manda o bom jornalismo, não mais do que meia dúzia de palavras de alguém ligado ao movimento, que certamente após minuciosa edição, nada querem dizer.
E quando surge a denúncia de que a empresa em questão ocupa ilegalmente a área, que pertenceria a união, um simples “a empresa nega a acusação” e está tudo resolvido. Não são capazes de informar a respeito do processo que o INCRA move contra a Cutrale para rever as terras da união.
Nunca foi alvo de reportagens nos telejornais, ataques sofridos pelo movimento em seus acampamentos nas beiras de estradas por capangas de latifundiários, que incendeiam barracas e agridem mulheres e crianças, talvez os grandes conglomerados da mídia julguem que isso não seja do interesse público, eles decidem o que é do interesse público e para eles do interesse público é apenas as ameaças sofridas pelo capital.
É por isso que a menor tentativa de se regulamentar a mídia brasileira eles logo taxam como um atentado à liberdade de expressão, pois é em nome da liberdade de expressão que eles querem continuar a mostrar a verdade que lhes convenha.
Tudo bem que o movimento conhecedor de como funcionam as coisas no Brasil acaba fornecendo armas para serem usadas contra si, precisava derrubar os pés de laranjas?
Era tudo o que os latifundiários e a mídia precisavam para demonizar o movimento e manipular a opinião pública, contra a reforma agrária, tão urgente e necessária no Brasil.

Escrito por Sandro Stahl

Nenhum comentário:

Postar um comentário

José Serra, os porquinhos e a matemática.

Esses videos mostram como se faz necessário a saída do sapo barbudo analfabeto e ignorante, para a entrada de alguém culto e versado em todos os assuntos.

Arquivo do blog

Contador de visita

Não é novela mas se quiser seguir fique a vontade